Lenda dos dois cavaleiros


Conta a lenda dos dois cavaleiros, que um tropeiro paranaense cometeu injúrias muito grave a Deus, o padre não permitiu que seu corpo fosse enterrado dentro do cemitério da paróquia local. Foi então enterrado fora dos muros do cemitério. Nesse mesmo período, um outro homem havia se enforcado naquela região, também cometendo graves injúrias a Deus e enterrado também fora dos muros do campo santo. Conta a lenda, que o espírito destes dois homens se encontraram e galopam juntos pelas noites do Paraná. Passam pela rua em disparada, montados em cavalos sem cabeça juntos ou separados, quando se encontram ou se despedem, descem de suas montarias, pegam um punhado de terra do chão e fazem o sinal da cruz em cumprimento ao encontro ou despedida.

Submit comment

Allowed HTML tags: <a href="http://google.com">google</a> <strong>bold</strong> <em>emphasized</em> <code>code</code> <blockquote>
quote
</blockquote>